domingo, 13 de fevereiro de 2011

Sinto o vento batendo no meu rosto
Traz tantas lembranças
Dor, saudade...
Sentimentos que se fundem
E que tambpém separam-se
Sinto o vento
É quase uma carícia
Consolo para a alma
Sinto o vento
E é por isso que escrevo
Para afugentar pesadelos
Medos e desejos que nao voltam mais

Larissa Rebecca

2 comentários:

  1. As vezes me sinto assim também. Gostei do poema, lindo e simples :]

    ResponderExcluir
  2. Olá seu blog é mto legal, parabéns *-*
    segue e comenta lá o meu se gostar ? www.likesosweet.blogspot.com

    ResponderExcluir

Bem vindos ao:Tecendo Poesia.
Após ler a postagem, deixe seu comentário, pedido, pensamento, opiniões!

Beijinhos :*